sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Friday Playlist: Back to 90's


Vocês sabem que eu gosto é de encher o blog de playlist mesmo. Preparei uma especialmente pra quem nasceu nos anos 90 e sente falta daquelas músicas gostosinhas que faz a gente lembrar de como a vida era boa e a gente não sabia. Ta muito legal, bora curtir!

                                                   
                                                                       Born to 90's from Jéss Staveski on 8tracks Radio.

Supervênus: ironia a obcessão pela beleza artificial



"aumentar aqui", "tirar ali", "subir um pouco aqui", "colocar aqui"... A busca incessável pela beleza perfeita imposta por revistas, novelas, cinemas, TV é cada vez maior. Os tempos mudam e os padrões também. Lembram da nossa "Vênus paleolítica", uma mulher gordinha que representava o modelo de corpo perfeito?  E dos homens na Grécia Antiga onde todos deveriam ser muito fortes? No Renascimento, aquelas lindas ninfas de corpo e rosto angelical com aqueles cabelões? Na década de 20 era só cabelo curtinho, corpinho meio reto, jeito meio esquisito e todo aquele"Sex- appeal". A partir dos anos 40 tudo muda com a chegada da Marilyn Monroe - o maior símbolo sexual de todos os tempos - um padrão de mulher sexy, vulgar, curvas e mais curvas, quadris largos, decotes com seios fartos. Nos anos 60, junto com a Brigitte Bardot vem a "Mulher Violão" dando um contraste em um novo modelo de beleza "magricelo" com a Twiggy, onde não tinha curva nenhuma, cabelos curtos, um jeitão meio "boy style". Chegamos nos anos 70, tanto os padrões de beleza feminino quanto masculino tem uma mudança bem drástica pois era um tempo de libertação sexual e igualdade dos direitos entre homens e mulheres e então tudo fica mais "Unisex" e andrógino - homens deixam seus cabelos crescerem, suas roupas ficam mais coloridas, deixam de ser aquele padrão musculoso - Conhecem David Bowie? Então, ele foi esse padrão. Anos 80 era a vez do Arnold Schwarzenegger virar o cara dos "Mister Músculos" e da Jane Fonda a "Garota Ginástica", que que aconteceu? Todo mundo queria ficar musculoso. Calma, já estamos nos anos 90, a década em que todas queriam ser uma Barbie e da febre das cirurgias plásticas, aí né minha gente, ninguém parou mais: corpo sarado, nariz empinado, seios grandes, cintura fina, magra, alta, cabelos longos, enfim... Você querendo ou não o padrão de beleza de hoje em dia é esse, e há quem queira entrar nesse padrão custe o que custar. Até não precisa ir muito hard no assunto, quem é maquiador ou maquiadora sabe o quanto as mulheres querem uma base que cubram e façam mil milagres no rosto e, então, o que era pra realçar se torna um esconderijo daquilo que já é belo.
Nessa passagem toda eu paro e  fico aqui e pensando comigo mesma nos site até com um certo medo de imaginar quais vão ser os padrões daqui uns 20 ou 30 anos, já que as revistas não se abalam em colocar como capa meninas anoréxicas e chamar aquilo de "belo". Mas e você, o que acha desse "padrão" estipulado pela moda/mídia que para nós que já somos bonitas do nosso jeitinho sermos apenas um padrão de "peitões", "pernão", "bundão", "mudar nariz", "mudar boca", "tirar gordura dali", "colocar algo ali"...
Assistam esse vídeo que trata de uma maneira engraçada um assunto sério como esse. O curta é do cineasta Francês Frédéric Doazan e ganhou um prêmio em 2013.


                       

sábado, 28 de junho de 2014

Dicas para escolher seu tipo ideal de base!

Hey guys! Desculpa a demora mas fim de semestre vocês sabem como é, mas agora estamos em férias então VIVA! Hoje vamos falar sobre base que parece ser algo fácil de se escolher mas não é bem assim. Há varias coisas importantes a se observar na hora de escolher uma base, então, vamos ver uma coisa de cada vez! Para isso, é preciso responder as seguintes perguntas:
 Qual é o tipo de cobertura que eu quero?
Na embalagem das bases, normalmente vem escrito se ela é uma base de leve, média ou alta (total) cobertura. Isso determina o quanto a base vai “esconder” seu rosto, ou seja, se tem muitas marcas e não goste delas, deverá escolher uma base de cobertura mais alta. Se você não gosta de esconder suas sardinhas, manchinhas ou marquinhas, escolha uma base mais leve, que vai só uniformizar o tom da sua pele!
 Vou usar essa base no dia-a-dia, ou em ocasiões mais especiais?
Querendo ou não, é muito mais fácil ter uma base mais leve (ou um bb cream) para o dia-a-dia, e outra para festas/baladas. No seu cotidiano, você enfrenta situações diferentes e sua pele se comporta de maneira diferente porque você passa mais tempo com essa maquiagem. Uma base muuuito pesada, precisa ser aplicada com mais cuidado para não ficar com cara de artificial. Já uma base um pouco mais leve, é mais fácil de passar e não precisa de muita dedicação!
Algumas ocasiões especiais, como festas de 15 anos, formaturas, casamentos, merecem uma base de cobertura mais pesada para que a maquiagem fique com uma cara de “perfeita”. Elas também são melhores para sessões fotográficas!
A duração da base é muito importante a ser avaliada. Mas, infelizmente, isso varia de pessoa à pessoa porque cada pessoa tem uma pele diferente da outra. Mas de um modo geral, a duração vem especificada na embalagem e também é possível pesquisar alguma resenha na internet.
 ♥ Qual acabamento eu quero dar ao meu rosto?
Assim como batons e sombras, existem muuuitos acabamentos para a base. As mais adoradas são asMattes/Opacas, que não possuem brilho algum, dão um aspecto fosco. A Semi-Matte é quase opaca, mas com uma pegada menos artificial e pesada, algo meio natural. Quando o acabamento tem um brilho de leve que dá aquela cara de pele saudável, algo que quem tem pele seca a-do-ra, é chamado de Satin/Acetinado.
♥ Qual textura eu quero na minha base?
Ao começar a procurar minhas bases, descobri que tenho bases de texturas muuuito diferentes! E querendo ou não, isso influí muito na “imagem final”. Vale lembrar que como hoje existem muitas bases, de várias texturas, que acabam se adaptando à seu tipo de pele você consegue escolher a textura e depois escolher a apropriada para a sua necessidade. Mas em linhas gerais, tentarei dar dicas das mais apropriadas para cada tipo de pele:
 Pele normal: a pele normal é a a pele mais dinâmica, todas as bases ficam legais! É só escolher a cobertura que quer + o acabamento e se decidir nas milhares de possibilidades!
Pele seca: ter um componente hidratante na base vai melhorar muito o aspecto da pele! Além de cobrir as imperfeições, ela vai dar uma hidratada na pele e deixar com uma textura mais bonita. E se a base tiver um acabamento acetinado, melhor ainda. E lembre-se: é bom maneirar no pó, viu?!
Sugestões: bases líquidas como a The Flawless da Benefit, Studio Sculp da MAC, a Ideal Shade da Avon, Moisture Surge Tinted Moisturizer da Clinique, Base acetinada da Payot, Toque de Natureza, Archy, Koloss, BB Cream da Maybelline também é  super indicados! DICA: O corretivo da Marcelo Beauty é uma acessão, este corretivo tem pigmentos de difusores de luz  agindo como um disfarce óptico e dando a pele um aspecto mais saudável, a textura é líquida e a cobertura é como de uma base. Por ele ter uma consistência mais fluída não vai marcar na pale. É ótimo!Bases com agentes anti-idade vão ajudar na hidratação e na prevenção de aparecimentos de linhas finas, mas se você não tiver mais que 25 anos, nem pense em usar esses produtos que vão fazer mal para a sua pele-super-jovem!
Pele oleosa: buscar bases que tenham um acabamento semi ou totalmente opacos vão ajudar a segurar a oleosidade. Caso você goste de uma pele com um brilho de “pele saudável” use um iluminador em pó depois!
Sugestões: Studio Fix Fluid da MAC e a Dream Matte Mousse da Maybelline, Duo Cake da Archy, Base da Felicittá, Base líquida da Marcelo Beauty que deixa a pele com um aspecto mate e bem sequinha sem brilho e o BB Cream da L'Oreal  (esse BB Cream é super seco, por isso é super recomendado para quem tem pele oleosa, diferente da Maybelline que já deixa um aspecto mais brilhoso por ser bastante hidratante).
 Últimas dicas.
Há outros fatores que também podem influir na escolha, como se sua pele for um pouquinho mais madura, existe bases para ajudar no tratamento! Também fique atenta à composição do produto e a suas alergias, porque como a base é um dos produtos que mais provocam alergia. Bases hipoalergenicas são um pouco mais caras, mas vale muito mais a pena quando se sofre com esse tipo de coisa. Marcas nacionais possuem bases ótimas e mais acessíveis como a Felicittá, Archy, Dailus, Toque de Natureza, Marchetti, Mirian D'or, Jasmine, etc. (Vou fazer resenhas dessas marcas pra vocês em breve).
Espero que tenham gostado das dicas e qualquer dúvida estou no Twitter e na Ask. Beijos! <3

domingo, 4 de maio de 2014

Mais uma parte que parte.


O tempo passa, as pessoas passam e você não sai do lugar. Aquilo que seria já foi, o que passou volta e o que era mentira ao mesmo tempo se torna verdade. Você se sente confusa no meio de tanta gente estranha, procurando aqueles que realmente fazem parte de você. Tentando reviver nem que seja por alguns minutos aqueles momentos que já foram. Mas eles não estão mais ali. Nada está como antes. Nada! Esta tão frio e silencioso que dá para escutar os ecos dentro da minha cabeça. Estou rodeada de pessoas vazias e gritando por socorro. Eu não sou egoísta, fria, malvada, ruim... Estou apenas cansada. Cansada daqui, cansada de ir dormir e pensar que nada mudou hoje. Cansada desse ser 
esquisita, cansada de mim. Repito várias e várias vezes para quem eu amo e para mim mesma: é só uma fase. Entenda, eu 
ando tão sensível e vulnerável carregando todo esse fardo. É muita coisa para uma pessoa carregar sozinha. Já faz um mês que metade de mim partiu sem nem se despedir. Aquela que me escutava, que era minha amiga e inimiga, que era minha mãe, meu pai, meu refúgio e que eu sabia que sempre estaria ali quando ninguém mais estaria para me dizer "amo você" e assim me fazer a pessoa mais especial do mundo. E fazia. Agora não mais. Sinto falta de mim mesma, dos meus sorrisos, do meu bom humor, das coisas que faziam sentido para mim. Não me diga que com o tempo isso passa. O tempo não cura nada, só destrói, corrói, machuca e ilude. A cada dia que passa o mundo vai se afastando, vai mudando e eu não consigo acompanhar. Me iludo achando que estou progredindo mas na verdade eu nem saí do lugar. Não quero que alguém me entenda, isso é bem impossível. Eu só queria que as cores voltassem, que as coisas fossem doces, que aqueles que se afastaram por algum motivo, voltassem. Parte de mim tem medo do que parte de mim. Resumindo, quero minha vida de volta. 

sexta-feira, 2 de maio de 2014

Escute o novo álbum da Lily Allen ‘Sheezus’


Hoje, os fãs puderam conferir o resultado do mais recente trabalho da (linda) Lily Allen. A cantora estava afastada do cenário musical desde 2011,  quando resolveu dar uma pausa em sua vida profissional e dedicar-se à maternidade. Nesse novo álbum, Lily ataca novamente. Apesar de ter ficado quietinha nos últimos tempos, a cantora voltou a falar o que pensa na música Sheezus, que dá nome ao seu novo álbum. Irônica, ela cutuca Rihanna, Lady Gaga, Beyoncé, Lorde e sua antiga inimiga Katy Perry - para quem não se lembra, em 2008, Lily mandou Katy 'calar a boca' depois que a americana disse em uma entrevista que era uma versão 'mais magra' da britânica. "RiRi não está assustada com o rugido de Katy Perry", diz Lily, se referindo ao sucesso da música Roar. "Queen B vai ter que recomeçar de novo", continua a britânica, lembrando que Beyoncé jogou um disco inteiro no lixo antes de lançar seu último álbum. "Lorde cheira sangue, yeah, ela está prestes a matar você. Criança, ninguém vai mexer com ela quando ela está fazendo sua estreia", canta. Depois vem a vez de falar sobre Lady Gaga. "Nós todos estamos assistindo a Gaga, LOL (sigla para Laughing Out Loud, que significa rir muito), morrendo pela arte. Então, sério, ela é uma mártir", diz Lily, que emenda: "Segundo lugar nunca será lugar para as divas. Me dê essa coroa, vadia. Eu quero ser Sheezus", fala. Vale lembrar que Sheezus é uma ironia ao último álbum de Kanye WestYeezus, no qual ele se compara com Jesus Cristo em uma das músicas. 

“Com todos os meus cds, eu só quero rir. E sim, Sheezus é marcante, mas não é para tirar onda com a cara do Kanye West", diz Lily.

Na letra, Lily Allen também avisa que está pronta para "ser comparada" com as outras divas, mas que acha isso "idiota e constrangedor". O álbum será lançado oficialmente dia 05 de maio. Alguns singles já foram lançados como: 

Air Balloon



Hard Out Here

Sheezus


Our Time


Aí está o álbum inteiro, XX
               

quinta-feira, 1 de maio de 2014

Esmalte azul Giovanna Antonelli x azul da L'apogée



Esse esmalte é tão procurado que chega a ser chato. Mulherada toda quer ficar com as unhas azuis. Ele é um azul bonito mas não tem só na linha da Giovanna. Existe um igualzinho, mas igual mesmo, da L'apogée.  A única diferença é que o da Giovanna é fosco e mais grosso e o da L'apogée é um pouquinho mais claro (mas bem pouco) e não é preciso passar um extra-brilho por cima.

tentei focar ao máximo com a minha câmera trash

Não tem quase nada de diferença. Como o Friu na Barriga da Giovanna é difícil de encontrar aqui em Ponta grossa, vocês podem sim substituir pelo Lapa da L'ápogée. Eu gostei mais do Lapa por não ser fosco, secar mais rápido e não precisar encher de extra-brilho pra ficar bonito. E é mais barato também, não sei bem ao certo o preço mas se eu não me engano o Friu na Barriga custa R$4.75 e o Lapa R$ 2.30 (mas eu vejo bem certo e atualizo o post).

O único lugar que tem aqui em Ponta Grossa pra vender a Coleção Giovanna Antonelli é na Léo Cosmeticos. O Lapa tem lá também. E é isso, espero que tenham gostado. XX

quarta-feira, 30 de abril de 2014

Escolhendo o rímel certo

Na minha opinião, o que não pode faltar em uma make é o rímel. Numa loja de maquiagem você vai encontrar vários tipos de rímel: tem máscara que alonga, outra que dá volume, uma que curva, que é a prova d’agua, que só sai com água quente, que é preta, que é colorida, que trata os cílios… Mas qual é a diferença entre elas? Primeiro: Composição. Cada rímel possui um pincel e uma consistência. Essa consistência é o que dará a cor e o aspecto para os cílios. Ele pode ser “a prova d’água”, um pouquinho mais grosso e com uma durabilidade grande, ou até ser removível com água quente (Super Filme). Há também, máscaras que possuem “pelinhos” na sua fórmula. É sério, juro, são incríveis e diferentes! Eles contém umas mini-fibras que grudam no seus cílios reais e dão um aspecto de fios mais longos e mais volumosos! Igualzinho cílios postiços! Quem não gosta de cílios postiços, essa é uma boa. (Vou fazer um post dele aqui se quiserem). Uma coisa é certa: TODO rímel a prova d'agua é complicado de tirar (não é só o Colossal meninada!) Você vai precisar de um empenho, paciência e cuidados maiores para não danificar os fios.

Com esse passo feito, é só mergulhar no maravilhoso mundo dos pincéis de rimel! Se tiver mais de uma máscara, tente comparar uma escovinha com a outra. Você vai ver que uma é mais gordinha, outra tem os “dentinhos” mais curtos, outra tem um espaço maior entre as cerdas, ou até pode ser curvadinha. Essas características vão definir para o que serve o rímel!
Volume

As máscaras que dão volume, normalmente, tem um líquido mais grosso e tem uma escova bem mais gordinha. As cerdas não são muito separadas e são altas. Quanto maior espaço entre as cerdas, mais produto acumula e isso deixa um resultado horrível nos cílios (a não ser que você goste de cílios todos grudados). Como o líquido já é grosso e as cerdas são altonas, não há a necessidade de ter um espação entre elas. 
Dentro do grupo das máscaras que dão volume, estão aquelas que têm a cerda bem pequenininha, parecendo um “dentinho”. Geralmente, elas são feitas de um silicone bem molinho e tem um espaço não muito grande. A diferença dessa com a outra é que, além de dar volume, também separa os cílios; e também ela concentra mais o volume na base dos cílios. Eu, particularmente, não gosto de rímel que o pincel é de silicone. Prefiro os de cerdas cheinhas e normais, tipo o Volum Express.
Alongar

As máscaras de alongar o cílios possuem um líquido mais “fino” e a escova é “magrinha” e comprida. As cerdas não são muito altas, e geralmente não são do mesmo tamanho. Elas penteiam o cílios enquanto depositam o produto, sem deixar os cílios muito volumosos. A One-by-One (segunda da foto), por exemplo, é uma máscara que diz “dar volume”, mas, na verdade, acaba alongando muito mais do que dando volume aos cílios. O legal é que ele alonga um por um dos fios (weee!), gosto bastante.
Curvar

Essas são aquelas que, geralmente, têm a escovinha meio torta ou de formatos bem diferentes. Conforme você analisa a escovinha, vê que ela tem meio que “dois lados”, uma mais curvo e outro mais achatado. O bom é usar o lado mais curvado primeiro, para dar uma levantada nos cílios, e depois usar o outro lado para depositar mais produto. No final você acaba percebendo que essas mascaras não apenas curvam, mas alongam e dão volume também.
Enfim, na hora de escolher não tenha muita regra. Escolha o rímel que você goste mais. Eu não tenho preferidos, gosto de sempre variar e experimentar um outro diferente. O mais importante no mundo da maquiagem, que muita gente esquece, é: ser o que você quiser ser e usar o que você quiser usar, não se importando muito para “regras”. Cada um tem seu jeito de se maquiar e isso que torna a maquiagem interessante.  Espero que tenham gostado, XX!

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Tons de Ruivo

GENTE! A febre agora é ficar ruiva. Todo mundo quer acobrear as madeixas mas rola muitas dúvidas sobre tons e sobre tons, oxigenada, coloração, tonalizantes, etc. Cada cabelo é um cabelo e cada tom é um tom. Tem gente que faz sacrifícios para conseguir um tom 7.4 ou 8.4 perfeito. Aí o que acontece, taca descolorante, acaba com o cabelo e no fim fica uma cor indesejada. Também tem aquelas que tem o cabelo super preto e quer na primeira tinta ficar ruiva. Não é bem assim meninada! Eu atingi o ruivo sem precisar ficar careca com tanta química. No máximo que eu usei foi uma água de 30 e já achei que ferrou de leve meu cabelo. Atingir o cobre bonito leva um tempo. Você deve ir de tom pra tom para que o cabelo possa de acostumar com a pigmentação. O ideal para quem tem o cabelo muito escuro é fazer umas luzes mas nada de descolorante. As loiras o legal é escurecer um tom o cabelo pra então passar a tinta, aí fica bem cobre. Quem tem cabelo castanho já é mais fácil atingir o ruivo sem precisar de descolorante. Meu cabelo é castanho natural mas pintei de preto. E o que eu fiz: depois de ter desbotado um tanto aquele pretão passei direto  o 6.4 com água de 20. Se ficou bom? Ficou. Não ficou cobre, claro! Mas ficou um tom avermelhado que ficava bonito no sol. Depois de ter acostumado o cabelo com o 6.4 eu subi de tom para o 7.4 com a água de 30. Daí sim ficou muuuuito lindo. Nem laranja e nem dourado. Cobre! Duas semanas atrás pintei novamente e usei uma mistura que deixou meu cabelo cobre natural mas sobre essa mistura vou falar no próximo post de forma mais detalhada (marca, foto, modo de uso, etc).
Nesse post vou falar apenas sobre os tons porque tem muita gente confundindo o cobre com o laranja ou o vermelho intenso. Tem muita diferença nesses tons.


Ruivo dourado:

               

Esse tom é lindo, porém, quando desbota ela fica praticamente loira. Isso é o típico ruivo dourado. Esse tom desbota muito rádido mas é o que mais se aproxima do tom natural. 
Tintas que chegam nesse resultado são keune 8.34, Majirel 7.4, Itely 8T, algumas até tem reflexos acobreados, porém quando desbotam puxam mais pro loiro dourado. 

Ruivo alaranjado:


       

É um tom que dificilmente pode ser um tom natural. É muito difícil alguém nascer com ele.  Embora a Igora seja um Acobreado dourado, ela puxa pro laranja-cobre e desbota primeiro pra um tom de castanho alourado e depois pro loiro dourado. Outras tintas que deixam um laranjinha no cabelo são: Majirel 7.4, keune 7.44, Majirel 7.45, Majirel 8.34, Alfaparf 8.4 vocês podem adicionar um mix cobre ou laranja a alguma tintura mais dourada também e obter uma cor linda. Também podem usar o tonalizante C. Camura Cobre da Color Intense pra manter sempre o laranja no cabelo. 


Ruivo acobreado:

   


É o meu tom favorito e aonde eu cheguei até agora <3 ele é mais fechado que o dourado e/ou alaranjado Se quer um acobreado mais escuro com reflexos laranjas busque a altura de um 6.4/6.34/6.43 mas um 7 também pode dar o resultado, a Keune 7.44 e Amend 7.44 ou a Amend 7.4, Yamá 7.4 dão um resultado acobreado, uma tinta popular é a Koleston 7744 MAS ela fica um tom mais avermelhado, aí depois de um tempo que ela vai desbotando para um tom mais laranja-cobre. Se quer um resultado imediato não use. 

Ruivo avermelhado:
     

É um ruivo acobreado puxado bem de leve pro vermelho. Você pode usar a Koleston 7744 e a Igora 7-778 mas acho a Igora melhor porque da bem esse efeito e mais duradouro, tendo dois reflexos cobre e um vermelho. É uma cor linda! Você pode misturar um mix avermelhado em alguma tinta alaranjada, dourada e obter uma cor assim também.

Ruivo escuro:

                        
Existe diversos tons de ruivo escuro, os mais amarronzados chegam com as tintas alfaparf 8.3, Igora 6.7, o tonalizante Casting Creme Gloss 8.34 (caramelo com reflexos laranja acobreado). Para um acobreado mais escuro e discreto a Cor&Ton 7.43, Elisafer 8.34, 6.4 da Garnier e o 6.4 da Beauty Color também dá o tom mais escuro. Foi o que eu usei para começar a ficar ruiva. 
Para um tom mais avermelhado amora a Koleston 5546 e para um tom Borgonha a tinta Koleston 4465. 

Ruivo cereja:


                 
É o mais comum e fácil de chegar com as tintas de "farmácia", pois a maioria dos ruivos dessas tintas tem mais pigmento vermelho que dourado, então vai ficar aquele vermelhão. Porém o desbotamento delas também é super rápido. Você pode usar a Loreal 7764, 6646 (Cereja da Koleston) e o 6660 (Vermelho Cereja da Imédia), Alfaparf 8.66I e a tinta fantasia da Exoctic criative  - vermelho cereja. As tintas da Exoctic desbotam 10x mais que as tintas comuns, porque elas são meio que um tonalizante (sem amônia) então fixam bem menos no cabelo. Quem já pintou sabe que dali uma semana sumiu a tinta. Se você quer que não desbote tão rápido indico a da Alfaparf.

Ruivo laranja-fantasia:



Esse é aquele laranja famoso da Hayley Williams e que também desbota muuuuuuito rápido pra um laranja mais suave então se você quer começar o mês com um laranja radioativo e terminar com um laranjinha de leve aposte na Truss 8.44, Keraton Hard Colors na cor Crazy Orange e Laranja fogo da Exotic Colors. Relembrando o que eu disse acima: tintas fantasias normalmente são superficiais, sem amônia como um tonalizante, elas nunca fixam no cabelo, então é retocar sempre pra manter o tom ultra vibrante.

Ruivo fantasia-intenso-vermelho:
 

Esse é o vermelhão mais lindo do mundo! As pessoas poderiam aderir esse ruivo ao invés do ruivo cereja. Esse é muito mais bonito <3 a maioria das tintas fantasias tem esse vermelho, algumas delas são: Special Effects, Manic Panic, Raw, Punky Colour, Exotic Criativ, Candy Color e a Alfaparf  Contrasti na cor Rosso ou Matrix SoRED - vermelho violeta. 


Bom, esses são os tons de ruivo. Vale lembrar que não sou cabeleireira. Tudo que eu digo aqui aprendi com experiência e pesquisas. Por isso consulte um cabeleireiro antes de tingir seu cabelo. Espero ter tirado algumas dúvidas com tinturas, coloração, etc. Qualquer dúvida comente. XX!
Copyright © 2014 Universo Paralelo